Gestão André Nezzi zera dívida com a previdência dos servidores municipais

04 MAI 2019Por Dilermano / Por:Rubia Mara Jota FM Caarapó08h24
Expo  - Di Paullo e Paulino

A prefeitura de Caarapó está absolutamente em dia com a previdência própria dos servidores
públicos municipais. Em abril, a dívida foi zerada, segundo a Secretaria Municipal de
Administração e Finanças.
Levantamento obtido junto à pasta, de responsabilidade do secretário Ênio Vasconcelos, indica
que a gestão do prefeito André Nezzi, somente em 2019, repassou ao Instituto de Previdência
Social dos Servidores Públicos Municipais de Caarapó (Prevcaarapó) a quantia de R$
5.078.270,50 – entre obrigações patronais, contribuição dos servidores e custo suplementar.
“Entre novembro do ano passado e o mês de abril deste ano, quitamos toda a dívida existente”,
informa o secretário.
Dívida total da prefeitura
Ênio Vasconcelos explica que, em janeiro deste ano, a dívida total da prefeitura – entre
fornecedores e outros compromissos - era de R$ 5.950.997,48. Até o mês de abril, já haviam
sido pagos R$ 4.269.927,73, o equivalente a 71,75%. “Isso graças às medidas de economia
determinadas pelo prefeito André Nezzi, cumpridas à risca pelos secretários na condução de
suas respectivas pastas”, avalia o secretário, acrescentando que o pagamento dos cerca de
25% restantes já está devidamente programado.
André Nezzi assumiu interinamente o comando do Poder Executivo municipal em setembro do
ano passado em razão do afastamento do prefeito e vice, determinado pela Justiça. Disputou e
venceu as eleições suplementares realizadas em novembro, ao lado do candidato a vice-
prefeito Gordo da Tigre, tendo assumido definitivamente no mês seguinte.
De início, Nezzi tratou de colocar a sua digital na administração, adotando medidas de
austeridade para conter gastos da gestão. “O reequilíbrio das finanças municipais é a maior
conquista da nossa gestão, obtida a partir de medidas enérgicas de contenção de gastos e
reordenamento da máquina administrativa, com correção de distorções na gestão da folha de
pagamento dos servidores”, observa, referindo-se ao choque de gestão implementado na
administração, com adoção de medidas impopulares, mas consideradas cruciais para o
momento: cortou salários de servidores em função de confiança, reduziu funções gratificadas e
proibiu contratações temporárias, entre outras.
“Hoje, estamos em dia com nossas obrigações com o Prevcaarapó, o que gera uma economia
significativa ao município por conta dos juros que eram pagos pelo atraso”, observa o prefeito.
“Nossos fornecedores estão recebendo rigorosamente dentro dos prazos estabelecidos e as
dívidas anteriores estão sendo quitadas dentro dos acordos que estipulamos e parcelados”,
acrescenta.
Em relação à folha salarial, André Nezzi sublinha que o índice está abaixo dos 50%, dentro dos
limites impostos pela legislação. “Quando assumimos, estava perto de 60%, bem acima do que
permite a Lei de Responsabilidade Fiscal”, comenta, argumentando que as medidas adotadas
no início do governo, tidas como “remédio amargo”, agora surtem os efeitos desejados.
“Por conta da situação negativa anterior, o nosso município foi parar numa espécie de SPC do
governo federal, o que impedia a transferência de recursos extras para os cofres municipais.
Conseguimos reverter essa situação e hoje estamos aptos a receber verbas de grande monta
para a execução de importantes projetos, especialmente na área de infraestrutura urbana”,
relata o dirigente.
André Nezzi se refere a dois projetos que totalizam R$ 15 milhões selecionados pelo governo
federal, cujo contrato de repasse foi recentemente assinado com a Caixa Econômica Federal
para obras de asfalto e drenagem pluvial na sede do município. Na próxima semana, o prefeito
de Caarapó viaja à Capital federal para dar andamento à documentação relativa aos projetos,
com previsão de liberação dos recursos ainda no decorrer deste ano.

“Desde já agradeço todo o empenho de nossa equipe, que desde que assumimos tem
trabalhado arduamente para a recuperação financeira, econômica e administrativa do
município, e com certeza já começamos a colher os frutos desses esforços”, comemora.
Sobre a previdência dos servidores municipais, o presidente do Prevcaarapó, Airton Carlos
Larsen, manifestou-se recentemente sobre a quitação da dívida que a prefeitura tinha com o
instituto. O dirigente destacou o esforço que o chefe do Poder Executivo municipal tem
realizado, juntamente com sua equipe, para cumprir com os repasses previdenciários.
“Assim, aproveito o comentário para reforçar e dizer aos servidores públicos municipais que a 
administração municipal não possui dívidas em aberto com o RPPS [Regime Próprio de
Previdência Social, uma autarquia do município], os repasses  estão sendo pagos em dia, o
que, para nós, nós é motivo satisfação e tranquilidade e, acima de tudo, demonstra o
compromisso e responsabilidade da administração municipal”, enfatizou o presidente.

Deixe seu Comentário

Leia Também