Região Grande Dourados

Em Dourados, mulher foi assassinada pelo ex-amásio

Segundo a polícia, ele não aceitava o fim do relacionamento. Filho assistiu ao crime

26 JUN 2018Por Leandro Abreu/Correio do Estado09h48

Sem aceitar o fim do relacionamento, o ex-marido de Yara Macedo dos Santos, de 30 anos, é o principal suspeito pela morte dela com um tiro na cabeça, na tarde de ontem (25), em Dourados. O filho do casal, um adolescente de 14 anos, viu toda a ação.

Mãe e filho estavam passando pelo cruzamento das ruas Guiana e México, quando um homem chegou e começou a agredi-la com socos. Em seguida, ele sacou uma arma e atirou na cabeça de Yara.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital da Vida, mas não resistiu aos ferimentos e teve a morte constatada pelos médicos às 19h.

Ainda segundo o site de Dourados, familiares de Yara informara à polícia que o ex-marido não aceitava o fim do relacionamento do casal. A polícia ainda não encontrou o suspeito.

Deixe seu Comentário

Leia Também