Ivinhema

Onda de suicídios deixa cidade em alerta: Jovem é encontrado morto

Somente nos últimos dias, foram registrados dois casos consumados e uma tentativa

23 AGO 2019Por Rosa Barros20h22

Uma onda de suicídios tem deixado Nova Andradina em alerta. Apenas esta semana, dois casos consumados e uma tentativa foram registrados na cidade.

O caso mais recente ocorreu no final da tarde desta sexta-feira (23), quando um jovem de 22 anos, identificado como Marcos Junior Lazarini, foi encontrado morto em sua residência, localizada na Rua Mario Lopes Beiro, em Nova Andradina.
O pai chegou em casa e encontrou o corpo do filho. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, porém, nada pode ser feito, uma vez que ele já estava em óbito.

Pela forma como o corpo foi encontrado, a hipótese mais cogitada é de que Marcos tenha tirado a própria vida. Além dos bombeiros, forças policiais e a equipe do Núcleo de Perícias foram acionadas.

Conforme seu perfil em uma rede social, a vítima trabalhava em uma loja de produtos veterinários e havia frequentado o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Outro caso consumado

Um homem de 31 anos foi encontrado morto na manhã de segunda-feira (19), em uma residência na Rua Antônio Duarte, no Bairro Centro Educacional. 

Pela forma como o corpo de Danilo da Silva Santos foi encontrado foi encontrado, há indícios que ele tenha atentado contra a própria vida.

Tentativa

Na tarde da mesma segunda-feira (19), uma adolescente de 13 anos foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros após uma tentativa de suicídio em Nova Andradina.

Por motivos que deverão ser investigados, a garota teria tentado cortar o pulso com uma espécie de lâmina.

O fato ocorreu no Bairro São Vicente de Paulo, de onde a adolescente foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros até o Hospital Regional Francisco Dantas Maniçoba.

Valorização da vida

Para prevenir ocorrências de suicídios existe o Centro de Valorização da Vida (CVV). Fundado em São Paulo, em 1962, o CVV é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal, desde 1973. Presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato.

Deixe seu Comentário

Leia Também