Horas após crime, suspeito de matar PM é preso e um morre em confronto

Outros três, que teriam relação com o crime, foram presos na manhã de domingo (dia 10)

11 FEV 2019Por Elda Braga-internet18h00

Policiais do Batalhão de Choque da PM (Polícia Militar) prenderam o homem suspeito de matar com pelo menos cinco tiros Juciel Rocha Professor, soldado da PM. O crime ocorreu no centro de Maracaju, 160 quilômetros de Campo Grande, na madrugada deste domingo (dia 10), e a informação sobre as prisões foi divulgada na manhã de hoje 11 fevereiro.

Segundo a assessoria do Batalhão de Choque, foram identificados cinco envolvidos no crime. O autor se entregou na delegacia de polícia da cidade e um segundo envolvido no crime, que estava com a moto usada na execução, entrou em confronto com policiais do Choque e Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e morreu.

Um terceiro envolvido foi preso pela PM, um homem pela Polícia Civil e outro se entregou, além do autor dos disparos que também se entregou. Durante as buscas, o Choque recebeu apoio do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), além das polícias Civil e Militar.

Conforme o site Maracaju Speed , o soldado da PM estava em uma lanchonete com amigos e a namorada, quando foi atingido com pelo menos cinco tiros na cabeça. O passageiro da motocicleta desceu sem tirar o capacete e seguiu diretamente para o PM.

A vítima estava de costas para o autor e não teve tempo de reagir. Após os disparos, os criminosos fugiram.

Deixe seu Comentário

Leia Também