Período de chuvas exige atenção redobrada com a saúde dos olhos

Deve-se procurar auxílio médico quando o período de desconforto superar dez dias ou houver uma baixa visual

21 ABR 2019Por Revista Exame00h32
EXXPO FERNANDINHO

Com chuvas acima da média no Estado, é preciso ligar um sinal amarelo para as doenças que se disseminam mais fortemente nesse período. Além dos cuidados cada vez mais populares em campanhas educativas, é preciso redobrar a atenção para a saúde ocular. A baixa visual e a diminuição de sensibilidade de cores são consequências não só da conjuntivite, mas de doenças como a leptospirose, a dengue e a hepatite A.

Evitar locais fechados com aglomerações, lavar sempre as mãos e carregar álcool em gel, não friccionar os olhos, assim como ter de lenços descartáveis para evitar a contaminação e não fazer uso de colírios sem recomendação médica são algumas das dicas.

Além da prevenção, as pessoas devem buscar auxílio médico quando o quadro de desconforto visual superar o período de dez dias, assim como quando há uma baixa visual, que normalmente é percebida quando se consegue enxergar melhor com um olho do que o outro.

Primeiramente, deve-se procurar a atenção primária, em postos de saúde, onde o médico encaminhará, caso necessário, para um profissional com especialidade oftalmológica.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também