Tatuador paraguaio de 40 anos é executado no 2º atentado da tarde

Os crimes de pistolagem continuam acontecendo em área de comércio com grande fluxo de pessoas

07 DEZ 2018Por Elda Braga/internet05h46

O tatuador paraguaio Nicolas Garay Ovelar, de 40 anos, foi morto a tiros por volta das 18h30, de quarta-feira, dia 05 de dezembro, em mais um atentado ocorrido em Ponta Porã (MS), cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai.

A vítima, que também era conhecido como Nico, foi morto em frente ao estabelecimento dele, localizado na esquina das ruas Marechal Floriano com a Baltazar Saldanha.

A polícia esteve no local da execução, mas ainda não há detalhes sobre as circunstâncias do assassinato ou a quantidade de criminosos envolvidos.

Violência

Nicolas foi morto cerca de 8 horas depois de Wanderley Almeida, que também foi assassinado, em frente a uma tornearia em Ponta Porã. Ninguém foi preso.

Deixe seu Comentário

Leia Também