Prefeitura habilita 18 localidades rurais para receber sinal de internet

Ato de adesão ocorre em Brasília com participação do prefeito e secretárias

12 MAR 2018Por Mauro Silva16h06
assembleia

A Prefeitura de Sidrolândia celebrou Termo de Adesão com o Governo Federal através do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) se tornando um dos municípios contemplados com o Programa Internet para Todos.

O prefeito Marcelo Ascoli solicitou empenho total do Departamento de Planejamento e equipe técnica, para que fosse contemplado o maior número possível de localidades rurais com sinal de internet.

A atual administração, cumprindo com as obrigações que são de sua competência no Termo de Adesão, mapeou todas as comunidades e selecionou aquelas onde não há acesso à internet e que são alcançadas pelo Plano Geral de Metas para Universalização (PGMU).

Comunidades Cadastradas

Foram consideradas viáveis tecnicamente pelo Programa Internet para Todos, 18 localidades rurais que receberão o sinal e terão os locais definidos pela Prefeitura: Aldeia Córrego do Meio, Aldeia Lagoinha, Assentamento Capão Bonito 1, Assentamento Capão Bonito 2, Bolicho Seco, Pequi, Usina Santa Olinda, Assentamento Eldorado, Assentamento Jiboia, Assentamento Vista Alegre, Assentamento Santa Terezinha, Assentamento Capão Bonito 3, Assentamento Vacaria, Assentamento Geraldo Garcia, Assentamento Barra Nova, Assentamento Santa Lúcia, Assentamento Valinhos e Assentamento Flórida.

O evento

O presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinaram nesta segunda-feira (12) em Brasília/DF, na presença de prefeitos, o termo de adesão ao programa Internet para Todos. Marcelo Ascoli representa a Prefeitura de Sidrolândia no ato, acompanhado da secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo Elaine Brito, e da chefe de Gabinete Jaice Centurion.

O Internet para Todos vai beneficiar uma fatia da população hoje excluída da rede mundial de computadores, democratizando o acesso à informação e aos serviços públicos.

As prefeituras devem indicar onde serão instaladas as antenas para distribuição do sinal de internet, além de garantir a segurança da área e arcar com as despesas de energia elétrica.

Os municípios beneficiados nesta primeira fase do Internet para Todos começarão a receber as antenas em maio. A operação será feita pela empresa Viasat, dos Estados Unidos, que foi contratada pela Telebras.

A conexão de internet será feita por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), de propriedade do governo brasileiro e que recebeu R$ 3 bilhões em investimentos. Em órbita desde maio de 2017, o satélite tem vida útil de 18 anos. O Internet para Todos oferecerá aos usuários conexão a preços reduzidos.

assembleia 1

Deixe seu Comentário

Leia Também