Lotéricas MS pedem ressarcimento e ameaçam greve após pane no sistema

Segundo Ricardo Costa, presidente do Sindicato, três lotéricas em Campo Grande ficaram dois dias sem sistema

20 MAI 2024Por Redação Ap.Taboado 15h15

O Sindicato dos Empresários Lotéricos de Mato Grosso do Sul aprovou neste sábado (18) o pedido de ressarcimento à Caixa Econômica Federal pelas horas paradas devido a uma pane no sistema de operação. A categoria deu um prazo de 7 dias para que a instituição apresente soluções para o problema, que tem se intensificado nos últimos dois meses.


Segundo Ricardo Costa, presidente do Sindicato, três lotéricas em Campo Grande ficaram dois dias sem sistema. Uma lotérica em Ivinhema enfrentou três dias de paralisação total e duas semanas de atendimento parcial. Costa explicou que as receitas diárias são essenciais para cobrir despesas fixas como aluguel e salários, e que a interrupção no serviço causou prejuízos significativos. Se o problema não for resolvido, os lotéricos sinalizaram uma possível greve parcial ou total.

Deixe seu Comentário

Leia Também