Deputado Renato recebe reivindicações da Associação de Avicultores de Glória de Dourados e Região

Deputado Renato Câmara Compromete-se a Apoiar Projetos da Avicultura em Reunião com a AVIGLÓRIA

01 FEV 2024Por Roney Minella - Assessoria Parlamentar14h55

O vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), deputado estadual Renato Câmara (MDB) recebeu em seu Gabinete, na manhã de hoje (01-02), membros da diretoria da AVIGLÓRIA - Associação dos Avicultores de Glória de Dourados e Região, dentre eles, o presidente Lourival Aparecido Ferrari e a diretora financeira Fátima Regina. As lideranças apresentaram reivindicações ao deputado através do Ofício 01/2024.

“Hoje, primeiro dia após o recesso legislativo já estamos recebendo várias demandas. Da diretoria da Aviglória recebemos o projeto solicitando aquisição de equipamentos agrícolas, sendo um gerador de energia elétrica estacionário e um reboque para transportes. São solicitações que merecem nossa atenção especial e empenho. Por isso, assumimos o compromisso de dar o encaminhamento necessário visando lutar pela conquista destes equipamentos”, confirmou Renato Câmara.

A aquisição de um motor estacionário é uma demanda antiga dos produtores de Dourados, Ivinhema, Deodápolis e de toda a região. O presidente Ferrari tem militado em defesa dos avicultores e esse projeto representa esta liderança. “Vamos conversar com a Semadesc, com a Agraer, enfim, identificar um caminho para atender os produtores que precisam produzir cada vez mais e com segurança. Estamos juntos para que o nosso Estado possa ampliar a produção e melhorar cada vez mais e a avicultura, um dos setores produtivos que estamos empenhados em defender em nosso mandato”, reiterou o deputado Renato que é o coordenador da Frente Parlamentar da Avicultura da ALEMS.

No projeto apresentado, a Aviglória apontou a abrangência da associação e a necessidade de viabilizar mecanismos de apoio à cadeia produtiva da avicultura, com ênfase ao fortalecimento da produção avícola, proporcionando aumento da geração de renda dos participantes do projeto. Fortalecendo a estrutura da Aviglória, será fortalecida a gestão social proporcionando o desenvolvimento econômico, social e automaticamente a melhoria da qualidade de vida dos avicultores, contribuindo também com o enfrentamento das condições de pobreza no meio rural.

O projeto irá contemplar diretamente 84 famílias de avicultores localizados em 17 municípios, e 405 granjas nas comunidades rurais de Glória de Dourados, Novo Horizonte do Sul, Vicentina, Deodápolis, Angélica, Jateí, Paranhos, Tacuru, Japorã, Mundo Novo, Eldorado, Itaquirai, Dourados, Iguatemi, Ivinhema, Coronel Sapucaia e Aparecida do Taboado. São 15 milhões de aves alojadas por lote e/ou 80 milhões por ano e respectivamente 240 mil toneladas de carne. São 4000 empregos diretos.

“A atividade avícola exige energia elétrica para iluminação, ventilação e fornecimento de água, o que garante e possibilita a produção de aves e carne com qualidade. No entanto, na região dos aviários, ocorre algumas vezes interrupção da energia convencional e os avicultores dispõem de gerador individual. No entanto, em caso de problema estes avicultores ficam desamparados. Nesse sentido, a existência de um gerador de energia elétrica estacionário situado em cada região (Cone Sul, Glória de Dourados e Aparecida do Taboado), irá solucionar este problema eventual, garantindo segurança na produção, evitando prejuízos na atividade. Para a aquisição destes equipamentos serão necessários recursos na ordem de R$ 137.906,33”, aponta a planilha descritiva do projeto.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também