Cantor português Roberto Leal morre aos 67 anos

Em São Paulo, ele trabalhou como sapateiro e feirante. Depois, iniciou a carreira de cantor de fados e músicas românticas.

15 SET 2020Por Calendarr00h00

O cantor português Roberto Leal morreu em 15 de setembro de 2019, aos 67 anos, em São Paulo. O artista estava internado há alguns dias devido a uma reação alérgica a um medicamento. Há dois anos ele fazia tratamento contra um câncer.

Roberto Leal nasceu em Macedo de Cavaleiros, em Portugal, e se mudou para o Brasil aos 11 anos com a família. Em São Paulo, ele trabalhou como sapateiro e feirante. Depois, iniciou a carreira de cantor de fados e músicas românticas.

Em 1971, ele teve o seu primeiro grande sucesso com "Arrebita". Após se apresentar no programa Discoteca do Chacrinha, Roberto Leal conquistou grande popularidade. Suas músicas “Bate o Pé”, “Uma Casa Portuguesa” e “A Festa Ainda Pode Ser bonita” também marcaram presença nas paradas brasileiras.

Em 1978, foi protagonista do filme “O Milagre – O Poder da Fé”, inspirado em sua própria vida. No final da década de 1980, voltou para Portugal, onde continuou a gravar, além de apresentar programas de TV. Em 1995, voltou a ser popular depois que os Mamonas Assassinas gravaram "Vira-vira", que satirizava suas músicas. Desde 1998 o cantor estava de volta ao Brasil, onde continuava a lançar discos.

Deixe seu Comentário

Leia Também