Com aulas virtuais, governo continua investimentos nas estruturas das escolas estaduais

14 ABR 2021Por lgomes04h54

Com as aulas virtuais na rede estadual, o G.overno do Estado continua os investimentos para melhorar as estruturas das escolas estaduais em Mato Grosso do Sul. Duas unidades nas cidades de Porto Murtinho e Campo Grande vão receber serviços de reparos, manutenção e adequação da rede elétrica, em investimentos que somados chegam a R$ 564,1 mil.

A Escola Estadual Indígena Antônio Alves de Barros, que fica em Porto Murtinho, terá os serviços de reparos e manutenção na unidade, em um investimento de R$ 246.631,50. A empresa BM Engenharia Eireli foi quem venceu a licitação e terá o prazo de 180 dias para concluir os trabalhos.

Outra unidade que vai receber melhorias é a Escola Estadual Padre Mário Blandino, no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande. A obra será de adequação da rede elétrica no valor de R$ 317.490,00. A empresa M.C.A Consultoria e Serviços Eireli será a responsável por fazer os serviços, também no prazo de 6 meses.

Os dois contratos assinados para as adequações nas unidades foram publicados nesta segunda-feira (12), no Diário Oficial do Estado. Os recursos são provenientes do programa de trabalho para construção, reforma, ampliação e adequação das escolas da rede estadual de ensino.

Investimentos

Apesar da pandemia da coronavírus, o governo do Estado manteve os investimentos nas áreas prioritárias, entre elas a educação pública. As obras de reforma, adequação e melhorias nas unidades da rede estadual continuaram tendo como objetivo ampliar e dar melhores condições nas estruturas e prédios.

O governador Reinaldo Azambuja ressaltou que a intenção é melhorar as condições de trabalho dos profissionais de educação, além de possibilitar ambiente cada vez mais propício  para o bom aprendizado dos alunos.

Segundo os dados Secretaria de Estado de Educação (SED), já são mais de R$ 262 milhões investidos em reformas e intervenções nas escolas estaduais desde 2015. Durante este período foram quase 600 intervenções nas unidades, com obras de acessibilidade, pintura, readequações na parte elétrica e hidráulica, assim como reformas gerais.

Mais de 40 escolas da rede estadual seguem atualmente com intervenções e reformas em curso. No último ano foram mais de R$ 37 milhões investidos para esta finalidade. “O Estado tem hoje 356 escolas estaduais. Eu posso dizer que até o final de 2022 teremos todas elas estruturadas, reformadas e modernas”, destacou o governador Reinaldo Azambuja.

Leonardo Rocha, Subcom

Foto da Capa: Divulgação

 

Deixe seu Comentário

Leia Também