Diretora da UPA diz que problemas apontados pelo CRM-MS foram sanados

Cleide Roque Machado explicou o procedimento e as providências tomadas na unidade em Sidrolândia, durante entrevista ao Jornal Ronda da Cidade. Ouça na matéria

27 JUL 2020Por Mauro Silva17h05

Cleide Roque Machado, diretora da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) “Vanessa Nascimento Benites” em Sidrolândia, concedeu entrevista na manhã desta segunda-feira (27/07) ao Jornal Ronda da Cidade, da Rádio Pindorama Jota FM.

Ela anunciou diversas melhorias no sistema de atendimento a pessoas com sintomas respiratórios, suspeitos de COVID-19, como a recepção pela Ala de Urgência/Emergência, para não permanecerem misturados aos demais pacientes.

Ela teceu comentários em virtude da divulgação do resultado da vistoria do CRM-MS à unidade no dia 29 de abril, onde foram anotadas algumas irregularidades, que conforme Cleide, foram sanadas logo após a visita.

Inquérito instaurado  

Segundo noticiou o site Midiamax, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Sidrolândia virou alvo de inquérito civil, após inspeção mostrar que pacientes com sintomas do novo Coronavírus não estavam sendo separados dos demais, aumentando o risco de contágio dentro da unidade.

O problema foi identificado durante inspeção realizada no dia 29 de abril deste ano, por determinação do CRM-MS (Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul). Conforme relatório da visita, não havia estruturação que permitisse distanciamento de pessoas com queixas de síndromes respiratórias ou gripais.

Com base no resultado, a 2ª Promotoria de Justiça do município instaurou o inquérito de n.º 06.2020.00000934-3 para apurar as irregularidades no funcionamento do local, incluindo o atendimento durante a pandemia. O trabalho será conduzido pela promotora de Justiça Janeli Basso.

Ouça a entrevista da diretora da UPA

Mauro Silva Jota FM · Diretora da UPA fala sobre melhorias na unidade após vistoria do CRM em Abril

Deixe seu Comentário

Leia Também