Sidrolândia - MS

Com presença de governador e prefeitos, Fazenda Jatobá inaugurou Usina Fotovoltáica

Além de abastecer propriedade com energia limpa, proprietários terão compensação junto à Energisa para suas fazendas e empresas

09 JUN 2019Por Mauro Silva13h20

Realizada na manhã deste sábado (08/06) na Fazenda Jatobá, a cerimônia de inauguração da Usina Fotovoltáica Jatobá. A propriedade pertence ao empresário do ramo do agronegócio, Mauro Christianini, com a esposa Johanna e os filhos Vinícius e Junior.

 

A família também possui outras propriedades rurais e a empresa Boa Vista Comércio e Representações, em Sidrolândia e outros municípios.

 

Para o evento foram convidados, e compareceram, o governador Reinaldo Azambuja, os prefeitos Dr. Marcelo Ascoli (Sidrolândia) e Dr. Maurílio Azambuja (Maracaju), o diretor-presidente da Energisa Marcelo Vinhaes Monteiro, presidente da Aprosoja/MS Juliano Schmaedecke, diretor-presidente da Funtrab/MS Enelvo Felini, vereadores, representantes de empresas do setor produtivo e produtores rurais da região de Sidrolândia, Maracaju, Dois Irmãos do Buriti e Campo Grande.

 

A Usina Jatobá

Conforme o material de divulgação elaborado pela empresa Geração Solar, contratada para instalar os equipamentos, a Usina Fotovoltáica Jatobá ocupa uma área de 14 mil m² na Fazenda Jatobá, onde foram colocadas 2 mil placas solares com a tecnologia Double Glass, que é mais resistente, possui maior durabilidade e capacidade de geração de energia. O conjunto de placas solares gera até 95 mil kwh por mês com pico de potência de 640 kwp. Com essa energia gerada, é possível sustentar com energia elétrica em torno de 400 residências de médio porte.   

 

Mauro informou que a economia a ser obtida com a implantação da Usina Fotovoltáica deve ficar em torno de R$ 65 mil mensais.

 

O diretor-presidente da Energisa explicou que o sistema, pela regulamentação, a produção de energia permite à propriedade ser abastecida, além de propiciar a compensação do consumo de outras instalações, como ocorrerá com as empresas e propriedades rurais da família Christianini.

- A produção vai ocorrer aqui na Fazenda Jatobá, e serão compensadas lojas e outras fazendas do proprietário. A Energisa instala um medidor que registra tanto a energia que é consumida quanto a que é produzida, e aí ela faz a compensação das demais unidades vinculadas – explicou Marcelo Vinhaes.   

O governador destacou a importância da geração da energia limpa, que beneficia o meio ambiente e o país como um todo, já que não há impacto ambiental, sendo necessária a utilização do raio solar. A isenção do ICMS pelo Governo do Estado e a disponibilidade do FCO para financiamento, foram mencionados por Reinaldo Azambuja.

 

- Entendemos que esse é o caminho, tanto que isentamos o ICMS dos equipamentos, de toda importação, porque muitos deles são produzidos fora do Brasil ainda, colocamos o FCO como agente financiador, quer dizer, você tem crédito para isso, e é muito bom ver aqui na nossa região de Sidrolândia e Maracaju, uma usina instalada, geração de energia própria, vai abastecer o sistema, é mais um reforço de energia elétrica produzida genuinamente na região – disse o governador.

 

A Fazenda Jatobá

A propriedade possui 4,5 mil hectares de área, cultiva milho no inverno, soja no verão. A família agregou para o período do frio o plantio de um capim especial, aveia para fenação e ração para animais.

A pecuária é explorada com tecnologia de ponta, conforme Mauro Christianini. É realizado melhoramento genético com as matrizes entre as melhores do Brasil. Recentemente foi firmada uma parceria com a Bolívia, onde a Fazenda Jatobá passará a exportar touros ao país vizinho. Inicialmente serão enviados 200, mas a ideia é fornecer mil touros por ano aos bolivianos.  

 

Trabalho com sustentabilidade

O produtor rural enfatizou a preocupaçã

o com a preservação do meio ambiente e a utilização de recursos naturais de maneira sustentável.

- A Boa Vista é uma empresa cidadã, entre as únicas empresas de insumo, e a gente sempre foi voltado à conservação do meio ambiente, porque tem gente que não conhece a agricultura e destrói. Nós vamos mostrar o contrário, uma necessidade de ter qualidade de energia, e você faz um investimento que retorna em seis anos. E em todas as unidades nós temos também hoje sistema de captação de água de chuva e vamos implantar cisterna na propriedade para sistema de captação – revelou Mauro.

 

Governador Reinaldo Azambuja falou com o jornalista Mauro Silva.

 

Confira o áudio!

Deixe seu Comentário

Leia Também